Eventos

Cultura e resistência Yawanawa em tempos de pandemia

30 de Marzo del 2021
+ posts

Educación pública sobre plantas psicoactivas, ahora en portugués y español.
Educação pública sobre plantas psicoativas agora em português e espanhol.

Com Cacique Biraci Brasil Nixiwaka

Evento mediado por Glauber Loures de Assis

Quinta-feira, 01 de abril, das 20h às 22h (horário de Brasília)

O povo indígena Yawanawa, que habita a região do Rio Gregório, na floresta Amazônica, é hoje uma das grandes referências indígenas do Sul Global quando se fala em ayahuasca e plantas sagradas. Conhecidos também pela sua musicalidade, pela força de suas lideranças femininas, pelos seus festivais internacionais e pelo uso sagrado das medicinas da floresta, os Yawanawa são um exemplo potente da força cultural e da riqueza artística das nações indígenas da América do Sul. Nesse momento em que se completa um ano de pandemia em terras brasileiras, os territórios indígenas dos Estados do Acre e do Amazonas sofreram um impacto bastante severo, com os agravantes da epidemia de dengue, do descaso governamental e das enchentes. Tais impactos também atingiram ao povo Yawanawa, que tem resistido, superado e atravessado esse momento através de seus conhecimentos, medicinas e saberes ancestrais.

Nessa palestra, Biraci Brasil Nixiwaka vai compartilhar conosco ensinamentos sobre o momento atual, e também sobre o uso das medicinas sagradas, como rapé, ayahuasca (Uni), sananga e Muká pelos Yawanawa, além de apresentar os alementos característico de sua música tradicional, bastante apreciada no circuito brasileiro da ayahuasca, e refletir sobre alguns aspectos de sua espiritualidade ancestral e das alianças estabelecidas entre esse povo e pessoas não indígenas ao redor do mundo.


Biraci Brasil é uma das grandes lideranças indígenas amazônicas. No início dos anos 1990, quando vivia em Rio Branco, a capital do estado, foi chamado pelos líderes mais velhos para assumir a liderança do povo Yawanawa. Para voltar à aldeia e liderar a comunidade, Bira impôs condições que, aceitas, resultaram numa espécie de revolução cultural. Ele expulsou a missão de conquista religiosa “Novas Tribos” dali, restabeleceu o ensino da língua tradicional e passou a incentivar o estudo dos antigos mitos e histórias pelo grupo, como forma de religar as novas gerações aos conhecimentos e memórias dos ancestrais. As mudanças incluíram o local da aldeia: para melhor controlar o acesso à reserva, demarcada em 1987, Bira comandou o deslocamento da comunidade principal para uma colina às margens do rio Gregório, de onde se pode ver quem sobe ou desce o rio. Nascia a Nova Esperança. Após mais de um quarto de século desse momento, os Yawanawás são hoje um grande referência da força cultural que as nações indígenas, quando controlam suas terras, podem conquistar com a valorização de sua cosmopolítica e cultura tradicional.

Voce gosta do trabalho do Chacruna? Quer entradas gratuitas para eventos, acesso aos novos eventos privados e exclusivos, e muito mais? Torne-se um membro! https://www.patreon.com/chacruna

Bolsas disponíveis para a conferência Plantas Sagradas nas Américas II. Inscreva-se aqui

Te podría interesar

Loading...